PMJM
CMJM topo

Após ficar tetraplégico, homem se vinga e encomenda assassinato de rival, afirma Polícia Civil

Rival foi morto em motel, em Itabira. O mandante do crime e mulher que participou do plano foram presos

Por Redação - Portal Notícia1 em 07/07/2022 às 10:12:09

Foto: Divulgação/PCMG

A Polícia Civil de Minas Gerais, através da Delegacia Regional de Itabira, concluiu o inquérito policial que apurou o assassinato de Weverson Gomes Pastor, conhecido como Pato Rouco. Ele tinha 30 anos e foi morto a tiros dentro de um motel na noite de 28 de maio. Foi apurado pelos policiais que o mandante do crime é um rapaz de 22 anos. Ele queria vingar uma tentativa de homicídio sofrida, que culminou em sua tetraplegia, e contratou os serviços dos autores.

Na data dos fatos, a co-autora, uma mulher de 22 anos, convidou Pato Rouco e sua namorada para irem ao motel. Quando estavam no local, esta mulher abriu o portão da garagem, para que o executor entrasse. Ele disparou vários tiros contra a vítima. Ainda conforme apurado pela Polícia Civil, o autor dos disparos, que tinha 28 anos, sofreu uma queda e bateu a cabeça ao entrar no motel. Na fuga, ao passar por uma trilha, ele perdeu a consciência e caiu ao solo e morreu no local. O exame de necropsia constatou que a causa da morte foi asfixia por sufocação em razão da posição que caiu ao solo.

Ao longo desta semana, investigadores lotados na Delegacia Regional de Itabira deram cumprimento às prisões preventivas do mandante e da co-autora. Eles foram transferidos ao Sistema Prisional, estando à disposição da Justiça.

Comunicar erro
N1
Banner SGRA

Comentários

Defesa Civil