N1
Arcelor

Homem é condenado a mais de 57 anos de prisão por tentar matar sete pessoas em festa em Itabira

Entre as vítimas estão dois homens de 23 e 32 anos, três mulheres de 19, 18 e 52, e os dois adolescentes.

Por Redação/N1 em 20/11/2023 às 13:54:07

Acolhendo as teses do Ministério Público de Minas Gerais (MPMG), julgamento do Tribunal do Júri de Itabira condenou, na um homem a mais de 57 anos de prisão, em regime fechado, por tentativa de homicídio qualificado de sete pessoas, entre elas dois adolescentes. Todas as vítimas ficaram feridas. Entre as vítimas estão dois homens de 23 e 32 anos, três mulheres de 19, 18 e 52, e os dois adolescentes.

As tentativas de assassinato, que foram motivadas pela disputa de tráfico de drogas entre dois grupos criminosos, ocorreram em março deste ano durante uma festa de aniversário em que estavam cerca de 50 pessoas, no bairro Pedreira, em Itabira, na região metropolitana de Belo Horizonte.

O condenado, também conhecido como "Demoninho", e seu comparsa "Tingó", agindo com intenção de matar, foram até a festa para surpreender um integrante da facção rival. Segundo a denúncia do MPMG, o condenado entrou na festa e efetuou múltiplos disparos de arma de fogo, enquanto o outro esperava do lado de fora. Algumas vítimas foram atingidas pelas costas quando tentavam fugir. Entre os feridos estão, inclusive, pessoas que sequer possuem ligação com a disputa do tráfico.

Na sentença da condenação, o júri acolheu as teses do MPMG de que crimes aconteceram por motivo torpe, com emprego de meio que resultou em perigo comum e recurso que dificultou a defesa das vítimas. O condenado não poderá recorrer em liberdade.

O outro acusado ainda não foi julgado, pois está foragido. A denúncia foi oferecida pelo MPMG, por meio da 3ª Promotoria de Justiça de Itabira.


Comunicar erro
Delegacia Virtual

Comentários

CMJM