N1
Arcelor

Substituição de sinais sonoros por luminosos em escolas em Monlevade é proposto por Fernando Linhares

Medida objetiva não gerar incômodos sensorias a alunos com Transtorno do Espectro Autista

Por Redação/N1 em 08/02/2024 às 15:21:05

Foto: Flávio Lial/Acom CMJM

Os vereadores da Câmara Municipal de João Monlevade aprovou importante projeto de inclusão de alunos com Transtorno do Espectro Autista. A matérias foi aprovada em primeiro turno.

De iniciativa do vereador Fernando Linhares (União), a proposta determina a substituição dos sinais sonoros nos estabelecimentos de ensinos pĂșblicos e privados, visando não gerar incômodos sensoriais aos alunos com Transtorno do Espectro Autista (TEA).

A proposta, de acordo com Linhares, visa promover um ambiente mais inclusivo e confortĂĄvel para os estudantes com TEA, reconhecendo a necessidade de adaptação dos sinais sonoros que podem causar angĂșstias e desconfortos sensoriais para este grupo especĂ­fico de alunos. Fernando informou que vai sugerir, por meio de emenda ao projeto, a instalação de sinais luminosos para atender as crianças com deficiĂȘncia auditiva.

Segundo Fernando, "é de extrema importância que haja essa mudança simples, porém de grande eficĂĄcia, com intuito de não gerar mais nenhum incômodo a esse grupo de crianças que necessitam frequentar os estabelecimentos de ensino de forma mais agradĂĄvel e saudĂĄvel possĂ­vel".

A matéria prevĂȘ que os estabelecimentos de ensino tĂȘm 120 dias para se adequarem às novas regulamentações uma vez que a lei entre em vigor sob pena de multas para aqueles que descumprirem as novas exigĂȘncias.


Comunicar erro
Delegacia Virtual

ComentĂĄrios

CMJM