BANNER PMJM
cmjm 2

Dr. Laércio Ribeiro e Fabrício Lopes inauguram residência inclusiva para deficientes em Monlevade

Executivo afirma que a Residência Inclusiva é uma mudança de paradigma de estruturação de serviços de acolhimento para pessoas com deficiência em áreas afastadas ou que não favoreçam o convívio comunitário

Por Redação/N1 em 20/02/2024 às 18:10:05

Foto: Heverton Elias/Acom PMJM

O prefeito de João Monlevade, Dr. Laércio Ribeiro (PT), e o vice-prefeito e secretário municipal de Planejamento e Desenvolvimento Econômico, Fabrício Lopes (Avante), inauguraram nesta segunda-feira (19) o serviço de Residência Inclusiva para jovens e adultos com deficiência. Desenvolvido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, o trabalho é inédito no município e será totalmente custeado pela Prefeitura.

Como o Sistema Único de Assistência Social (Suas) preconiza que o endereço da Residência Inclusiva não pode ser divulgado, a inauguração ocorreu em uma cerimônia realizada no auditório Leonardo Diniz, na sede da Prefeitura. No entanto, mais informações sobre o serviço podem ser obtidas na Secretaria de Assistência Social.

Durante a solenidade, o prefeito Dr. Laércio Ribeiro falou da importância de mais um compromisso cumprido por seu governo. "O coração pede um investimento desse, mas também temos que pensar com responsabilidade. Discutimos como conseguiríamos manter o serviço e com o esforço de diversos secretários chegamos a um formato que permite ao município custear a residência", destacou.

Fabrício Lopes enfatizou que o governo de Dr. Laércio é uma administração humanitária, e apenas 100 cidades mineiras contam com o atendimento. "Fomos eleitos para cuidar das pessoas. É mais um marco para João Monlevade e para nosso governo que não cansa de fazer coisas inéditas no nosso município e que nenhum outro governo fez. É investimento que vale cada centavo porque vai salvar muitas vidas", salientou.

Mudança de Paradigma

A secretária municipal de Assistência Social, Marinete da Silva Morais explicou que o novo serviço tem o propósito de romper com a prática do isolamento de pessoas com deficiência. "A Residência Inclusiva é uma mudança de paradigma de estruturação de serviços de acolhimento para pessoas com deficiência em áreas afastadas ou que não favoreçam o convívio comunitário. É uma residência adaptada, com estrutura física adequada, localizada em área residencial", informou Marinete Morais.

A coordenadora da Residência Inclusiva, Leilane Caroline de Freitas, disse que o local conta com equipe especializada e metodologia adequada para prestar atendimento personalizado e qualificado, proporcionando cuidado e atenção às necessidades individuais e coletivas das pessoas acolhidos. A residência tem capacidade para acolher 10 pessoas.

"A finalidade é propiciar a construção progressiva da autonomia e do protagonismo no desenvolvimento das atividades da vida diária, a participação social e comunitária e o fortalecimento dos vínculos familiares com vistas à reintegração e a convivência", concluiu.

Estiveram presentes no evento o 2º secretário da Câmara Municipal, Revetrie Teixeira (MDB), o 1º secretário, vereador Pastor Lieberth (DEM), o líder do governo na Câmara, vereador Belmar Diniz (PT), o vereador Gustavo Prandini (PCdoB), o vereador Leles Pontes (Republicanos) e Elizete Estopa assessora da deputada estadual Macaé Evaristo (PT).

Também prestigiaram o evento o chefe de Gabinete, Geraldo Giovani Silva, o assessor de Governo, Gentil Bicalho, o procurador jurídico do município, Hugo Lázaro Martins, a secretária de Educação, Maria do Sagrado Coração Santos, o secretário de Administração Gilberto Barcelos e a diretora executiva da Fundação Crê-Ser, Helenita Pinto de Melo Lopes.


Comunicar erro
Banner SGRA

Comentários

CMJM