arcelor banner
PMJM
Pmjm 1

Nove de 15 vereadores aproveitam janela partidária em Monlevade

Mudanças reforçam base do governo e mostram força do grupo político liderado por Machadão e Fabrício Lopes

Por Redação/N1 em 28/03/2024 às 15:10:00

Foto: Flávio Lial/Acom CMJM

A maioria dos vereadores da Câmara Municipal de João Monlevade j√° aproveitaram a janela partid√°ria, que se encerra dia 5 de abril, para mudarem de partido. Até esta data é possível a desfiliação partid√°ria para mudança de legenda por vereadoras e vereadores que querem continuar no cargo ou pretendem concorrer ao cargo de prefeito. J√° a filiação partid√°ria para se candidatar em 2024 deve ser feita até 6 de abril, ou seja, seis meses antes da eleição.

A nova configuração política da Casa Legislativa mostra a força política do vice-prefeito e atual secret√°rio de Planejamento, Fabrício Lopes e do casal Elgen Machado (Machadão) e Dorinha Machado, ex-vereadora e prov√°vel candidata a vice em chapa formada com Dr. Laércio (PT), j√° que Fabrício não pode se candidatar pois vem de dois mandatos como vice-prefeito. Além disso, as mudanças comprovam que o atual governo tem a maioria dos vereadores como base ou apoiadores na Câmara.

Fernando Linhares, Pastor Lieberth e Vanderlei Miranda foram os primeiros a anunciarem essa troca. Os tr√™s estão no Podemos. Linhares e Lieberth saíram do União Brasil e Vanderlei do Partido Liberal (PL). Outro partido que também tem tr√™s vereadores na Câmara é o Movimento Democr√°ico Brasileiro (MDB). A sigla, que antes tinha o vereador Revetrie Teixeira, agora conta om Thiago Titó, que deixou o Partido Democr√°tico Brasileiro (PDT), e Rael Alves, que saiu do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB).

Outro vereador que deixou o PDT foi Marquinho Dornelas. Ele migrou para o Republicanos, que originalmente tinha somente o vereador Leles Pontes. Quem também passou a integrar a legenda foi Gustavo Maciel, que saiu do Podemos. Também mudaram de partido Doró da Saúde e Percival Machado (Dr. Presunto). Eles foram para o Avante, partido que elegeu o também vereador Bruno Cabeção e também o atual vice-prefeito, Fabrício Lopes. Gustavo Prandini, que foi eleito pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) j√° havia migrado para o Partido Comunista do Brasil (PCdoB) antes da janela partid√°ria. O atual líder do Governo na Câmara, Belmar Diniz permanece no Partido dos Trabalhadores (PT). Outro que não anunciou mudança é Tonhão, que est√° no Cidadania.

Comunicar erro
Banner SGRA

Coment√°rios

CMJM