CMJM
PMJM

Prefeitura de Barão faz licitação para compra de vassouras dois meses após garis reclamarem da falta do material

Edital prevê a compra de 1240 vassouras. Na justificativa, Prefeitura reconhece que material é indispensável e de troca constante, devido desgaste

Por Redação/N1 em 10/06/2024 às 09:19:46

Foto: Divulgação

A Prefeitura de Barão de Cocais publicou edital para a compra de 1240 vassouras para os garis municipais. A licitação será dia 18 de junho, às 9h. O edital foi publicado dois meses após viralizar um vídeo de reunião entre o prefeito de Barão de Cocais, Décio dos Santos (PSB), acompanhado do secretário municipal de Meio Ambiente, David Pessoa Guedes, junto aos garis. No vídeo, filmado por um dos participantes da reunião, os trabalhadores reclamam da falta de material de trabalho. Em dado momento, uma servidora fala: "Não tem como varrer não uai". Em resposta, o prefeito afirma que "a gente tem que fazer o melhor com aquilo que a gente tem".

Conforme edital, as vassouras devem ser com cerdas de piaçava, cabo e cepa de madeira. A cepa deve ter 40 cm e o cabo o comprimento mínimo de 1,5m. Já as cerdas devem ter pelo menos nove centímetros e o cabo rosqueado. Chama atenção que a estimativa tanto de valor unitário quanto global são sigilosos, sendo os valores divulgados após o fim dos lances. O certame poderá ser acompanhado pelo link: https://app2.licitardigital.com.br/pesquisa/32242

Justificativa

Apesar da falta do material citado em vídeo em rede social, a Prefeitura reconhece que as vassouras assumem um papel crucial, sendo indispensáveis para a realização adequada das atividades de varrição. Além disso, é citado no edital que a não substituição oportuna das vassouras pode acarretar consequências como a redução da eficiência na remoção de resíduos, o aumento do tempo e dos recursos necessários para a execução das tarefas de limpeza, bem como a potencialização de problemas ambientais e de saúde pública, decorrentes da presença de detritos e sujidades nas vias públicas.

Denúncias

A falta de EPIs aos garis e o vídeo que confirma tal condição chegou ao conhecimento do sindicato e foi inclusive compartilhado pela então diretora de Assuntos Jurídicos do Sindcabasa, Rita de Cássia Ferreira. Segundo ela, a falta de material e de equipamentos de proteção individual (EPIs) para os garis e servidores da limpeza não é novidade e já foi denunciado ao Ministério Público. O vereador Rafael Tcheba (PDT), usou seu perfil nas redes sociais para informar que protocolou uma denúncia no Ministério Público do Trabalho contra o prefeito e contra a Prefeitura de Barão de Cocais.

Comunicar erro
Banner SGRA

Comentários

CMJM