N1
Arcelor

Com devolução de verba da Câmara, Prefeitura repassa mais de R$500 mil para vigilância colaborativa em Monlevade

Investimento permitirá ampliação do cinturão de segurança em João Monlevade

Por Redação/N1 em 04/07/2024 às 16:19:29

Foto: Acom/PMJM

João Monlevade vai investir R$526 mil no Programa de Vigilância Colaborativa na cidade. O montante vem da soma de finanças e esforços da Prefeitura e da Câmara Municipal de João Monlevade. Do montante, R$ 250 mil são provenientes da devolução antecipada de sobras orçamentĂĄrias do Legislativo, enquanto R$ 276 mil são recursos da administração municipal. Os valores serão repassados ao Conselho ComunitĂĄrio de Segurança PĂșblica de João Monlevade - setor I, por meio de Termo de Fomento, para posterior entrega à PolĂ­cia Militar, que gerencia o programa de vigilância.

Durante a assinatura do Termo de Fomento, o prefeito de João Monlevade, Dr. Laércio Ribeiro (PT), destacou a importância desse investimento. "Mais uma vez reforçamos o compromisso da administração municipal e do Legislativo em promover um ambiente seguro para todos os moradores de João Monlevade. Segurança é fundamental para o desenvolvimento. As câmeras não apenas ampliam a proteção, mas também oferecem melhores condições de trabalho aos nossos policiais. A contribuição da polĂ­cia tem sido crucial," pontuou. O vice-prefeito FabrĂ­cio Lopes (Avante) acrescentou que a parceria desde o primeiro momento tem mostrado resultados nos nĂșmeros de segurança. "JĂĄ estĂĄvamos construindo um modelo que permitisse o repasse ao Consep I. A ideia é que, com o novo convĂȘnio, possamos renovar e ampliar o grande cinturão de segurança em Monlevade, atendendo diretamente às necessidades da comunidade, com o objetivo de reduzir os Ă­ndices de criminalidade e aumentar a sensação de proteção entre a população", destacou.

O presidente da Câmara de Vereadores, Fernando Linhares (Podemos), destacou a importância da devolução antecipada das sobras orçamentĂĄrias para fortalecer o Programa Vigilância Colaborativa. "É fundamental que o Legislativo contribua de maneira efetiva para a segurança pĂșblica de nossa cidade. A destinação desses recursos para a aquisição de câmeras de segurança vai fortalecer as ações de combate ao crime e proporcionar maior tranquilidade à população de João Monlevade. Estamos cumprindo nosso dever com responsabilidade fiscal e comprometimento com o bem-estar dos munĂ­cipes, e tenho certeza de que essa iniciativa trarĂĄ benefĂ­cios concretos para todos os cidadãos", frisou.

O tenente da PolĂ­cia Militar, Daniel Andrade, reforçou a relevância da manutenção e ampliação do programa. "A PolĂ­cia Militar tem uma parceria firmada hĂĄ alguns anos com esse projeto, que envolve vĂĄrias instituições como a Câmara Municipal, a Prefeitura, o Consep e a própria comunidade. A vigilância colaborativa traz a população para participar e se engajar. A ideia é realmente criar um cinturão e aumentar a segurança para a população. Agradecemos a sinergia e nos colocamos à disposição da população e das instituições."

Saiba mais

O programa Cidade Segura é um projeto inovador que envolve a participação ativa da comunidade no monitoramento da cidade por meio de câmeras implantadas em ĂĄreas estratégicas da cidade. Atualmente, são mais de 140 equipamentos pĂșblicos espalhados pelo municĂ­pio, além de outros 100 particulares dos quais a PolĂ­cia Militar tem acesso à imagens. A renovação do convĂȘnio permitirĂĄ a manutenção das câmeras jĂĄ existentes, além da instalação de câmeras adicionais na avenida Castelo Branco e um equipamento de maior alcance e potĂȘncia no Parque do Areão para controle dos focos de incĂȘndio, bem como em outros locais estratégicos mapeados pela PolĂ­cia Militar.



Comunicar erro
Delegacia Virtual

ComentĂĄrios

CMJM