PMJM

Situação de Emergência: Prefeitura faz decreto devido às fortes chuvas

Bairro mais atingido neste final de semana foi o Egito. Medida permite ações imediatas em resposta aos problemas provocados no período chuvoso

Por Redação - Portal Notícia1 em 28/11/2022 às 12:00:29

Chuvas causaram estragos em Monlevade - Foto: Sérgio Henrique Braga/Acom PMJM

A Prefeitura de João Monlevade decretou, nessa segunda-feira (28), situação de emergência nas áreas do município que foram afetadas pela chuva forte. O município, que vinha se recuperando de um temporal que caiu no dia 15 de novembro, voltou a registrar altos índices pluviométricos nos últimos quatro dias. As duas tempestades somadas geraram um volume de 185 milímetros de chuva. A administração municipal justifica o decreto devido à sobrecarga dos serviços de limpeza e recuperação da cidade em função das duas chuvas fortes em período tão curto.

De acordo com a gestão, com o temporal de sábado (26) houve ocorrência de pontos de alagamentos, inundações em casas, queda de muros e barrancos, sendo o local mais atingido o bairro Egito.

O decreto 186 de 2022 publicado na manhã dessa segunda-feira, autoriza a mobilização de órgãos municipais para desempenhar ações imediatas em resposta aos problemas provocados no período chuvoso, bem como a execução de serviços para reconstrução de locais atingidos. Além disso, ficam autorizados às autoridades administrativas e aos agentes de Defesa Civil, diretamente responsáveis pelas ações de resposta aos desastres, em caso de risco iminente, a entrar nas casas para prestar socorro ou para determinar evacuação.

Mobilização

Ainda nessa segunda, o prefeito de João Monlevade, Dr. Laércio Ribeiro (PT) se reuniu com o vice-prefeito, Fabrício Lopes (Avante), o assessor Jurídico, Hugo Lázaro Marques Martins, o assessor de Governo, Gentil Bicalho e o chefe de Gabinete, Geraldo Giovani Silva. O encontro serviu para unificar metas, prioridades e objetivos comuns de modo a antecipar ações preventivas e assegurar celeridade nas demandas ocasionadas pelas fortes chuvas que veem caindo no município. "Saliento que nossas equipes da Defesa Civil Municipal, servidores das secretarias de Serviços Urbanos e Obras e de diversos outros setores, assim como eu e o vice-prefeito Fabrício Lopes, estivemos nos locais mais afetados tão logo as chuvas cessaram no sábado e também no domingo. Estamos acompanhando tudo de perto e prontos para auxiliar à população afetada" resumiu Dr. Laércio Ribeiro.

Fabrício Lopes destacou mais uma vez a ação rápida da Prefeitura. "A nossa resposta foi, mais uma vez, rápida e eficaz. Tivemos muitos problemas advindos das chuvas do fim de semana e nossos servidores mais uma vez demonstraram muito empenho, dedicação e agilidade no atendimento às famílias atingidas, assim como no reparo e limpeza em pontos que sofreram mais danos com o temporal", salientou.

Desalojados

Segundo informações da Secretaria Municipal de Assistência Social, duas famílias do bairro Egito ficaram desalojadas, um total de cinco pessoas. Elas foram abrigadas em casas de parentes e amigos próximos. Uma delas perdeu todos os móveis, eletrodomésticos e utensílios com a lama que entrou na residência. Elas receberam colchões, material de limpeza e também serão vacinadas contra hepatite A, doença transmitida por meio de água e alimentos contaminados.

Das 11 famílias que ficaram desalojadas com a primeira chuva do feriado do dia 15 de novembro, dez já retornaram para suas residências e apenas uma ainda está na Casa de Passagem (Albergue Municipal).


Comunicar erro
Banner SGRA

Comentários

Defesa Civil