arcelor banner
PMJM
Pmjm 1

Câmara de Monlevade: pagamento da diretora engloba férias e todos os direitos dos servidores públicos, explica presidente

De acordo com Fernando Linhares, estão englobados no montante recebido pela servidora em abril: reajuste salarial dado a partir da aprovação do acordo coletivo, férias, a venda de 10 dias do período e o retorno de férias, garantido a todos os servidores do Legislativo

Por Redação/N1 em 07/05/2024 às 12:39:19

Foto: Acom/CMJM

"O valor recebido pela diretora da Câmara de Monlevade engloba férias e todos os direitos dos servidores públicos". Essa é a explicação do vereador e presidente da Câmara Municipal de João Monlevade, Fernando Linhares (Podemos), diante da repercussão do vídeo do advogado Gleidson Caetano, que expõe os vencimentos recebidos pela atual diretora em abril. O montante foi de R$32 mil. O advogado fez questão de destacar, inclusive com imagens, que a a diretora é namorada do presidente do Legislativo.

Fernando Linhares conversou com a reportagem por telefone e, de forma tranquila, explicou que a atual diretora foi admitida no Legislativo em outro cargo. Contudo, com o afastamento da titular, para tratamento de saúde, ela assumiu nova função. O sal√°rio recebido anteriormente por ela era de R$4,6 mil e saltou para R$11 mil, conforme previsto no Plano de Cargos e Sal√°rios. "As responsabilidades da nova função são maiores e, como qualquer ocupante deste cargo, ela tem direito ao sal√°rio. Óbvio que o sal√°rio não é R$32 mil. O que englobou aí foram o reajuste salarial dado a partir da aprovação do acordo coletivo a todos os servidores, as férias, a venda de 10 dias do período, o retorno de férias, que é o mesmo sal√°rio do servidor da Câmara e garantido a todos eles", explicou.

Fernando ainda enfatizou que a atual diretora cumpre todas as exig√™ncias para ocupar o cargo, conforme previsto no Plano de Cargos e Sal√°rios, e que ela j√° tinha proximidade com a diretora titular. Por isso a escolha, a seu ver, foi natural. J√° o pagamento de todos os servidores, o presidente do Legislativo enfatizou que é feito pelo Recursos Humanos e Contabilidade, e amparado pelo Jurídico. "Não me espanta o questionamento em si. Todo cidadão tem esse direito de questionar, de esclarecer dúvidas. Os dados estão no Portal da Transpar√™ncia, com nome e função, mas não tenho como concordar com a forma como foi feito. Nós vereadores fomos eleitos pelo povo, damos a cara a tapa. Mas, expor a imagem do servidor público, comissionado ou concursado, não concordo. Vai além de política. Tem haver com segurança, com família", disse. Por fim, Fernando Linhares reiterou que seu gabinete est√° aberto a todo cidadão.

Comunicar erro
Banner SGRA

Coment√°rios

CMJM