arcelor banner
PMJM
Pmjm 1

Câmara de João Monlevade quer destinar R$100 mil para implantação de vigilância eletrônica nas escolas

Ação liderada pelo presidente, Fernando Linhares, é fazer a devolução para a Prefeitura, recomendando investimento no sistema

Por Redação - Portal Notícia1 em 31/05/2023 às 12:22:06

Foto: Acom/CMJM

A Câmara Municipal de João Monlevade, por meio de uma iniciativa da Mesa Diretora, vai devolver R$100 mil para a Prefeitura, sugerindo que a verba seja utilizada para o projeto Vigilância Colaborativa nas escolas do município. A medida prevê a aquisição de câmeras de vigilância para garantir mais segurança e proteção não apenas aos alunos e professores, mas para toda a comunidade escolar.

De acordo com o presidente da Casa, Fernando Linhares (União), a devolução dos recursos é fruto do trabalho com responsabilidade e comprometimento com a educação e segurança da cidade. "Estamos cumprindo o nosso papel de fiscalizadores e legisladores, mas também entendemos que é preciso agir em benefício da população. Por isso, decidimos devolver esses recursos para a Prefeitura, com a sugestão de que sejam investidos em um projeto tão importante como a Vigilância Colaborativa nas escolas", ressaltou Linhares.

A Vigilância Colaborativa, do Programa Cidade Segura, é um projeto aberto a toda população e é desenvolvido pela Polícia Militar em parceria com a Câmara Municipal e Prefeitura. Quem tiver interesse pode adquirir câmeras de segurança que são instaladas em locais estratégicos. As imagens das câmeras ficam disponíveis dentro do programa formando uma rede de monitoramento.

Na tarde dessa terça-feira, (30), o Tenente Coronel Edvaldo Fernandes e o Tenente Daniel Andrade da Polícia Militar estiveram reunidos no Legislativo com a Mesa Diretora para tratarem sobre o projeto. Participaram do encontro o presidente da Casa, Fernando Linhares, o vice-presidente, Gustavo Maciel (Podemos), 1º secretário Pastor Lieberth (União) e 2º secretário, Revetrie Teixeira (MDB). Na oportunidade, o tenente Coronel entregou cópia do projeto que institui o Programa Vigilância Colaborativa nas escolas. Para que isto ocorra, é necessária a aquisição e a instalação dos equipamentos.

Segundo o Tenente Coronel Fernandes, o objetivo é preservar a entrada e saída das pessoas nas instituições de ensino, por meio de acompanhamento das imagens pela escola, pais e órgãos de segurança pública e defesa social.

A previsão é que os equipamentos sejam adquiridos e disponibilizados para 17 unidades escolares, entre escolas municipais e CEMEI´s.

Gestão

Fernando Linhares ressaltou ainda que a devolução só foi possível graças as economias e o planejamento nestes primeiros meses, sem prejudicar o andamento da Casa. "Temos trabalhado com muita transparência e responsabilidade com o dinheiro público, desenvolvendo importantes projetos além da manutenção do Legislativo".

Comunicar erro
Banner SGRA

Comentários

CMJM