n1 topo
CMJM topo

Vereadores aprovam projeto que permite a presença de doulas durante o trabalho de parto, parto e pós-parto imediato em Monlevade

Ação foi destacada pelos vereadores, já que parturientes terão garantido o apoio de doulas quando solicitado por elas

Por Redação - Portal Notícia1 em 04/08/2022 às 19:38:45

Mães e doulas acompanharam a votação do projeto de Lei - Foto: Flávio Lial/Acom CMJM

Nesta quarta (3), ocorreu a primeira reunião ordinária do semestre da Câmara de João Monlevade. Os vereadores votaram o projeto de Lei de nº1.271, de autoria do vereador Gustavo Prandini (PTB) e dispõe que maternidades, casas de parto e estabelecimentos hospitalares congêneres, da rede pública e privada da cidade de João Monlevade permitirão a presença de doulas durante todo o período de trabalho de parto, parto e pós-parto imediato, sempre que solicitadas pela parturiente. A proposta foi aprovada de forma unânime.

As doulas são mulheres capacitadas para dar apoio continuado às outras mulheres (e aos seus companheiros e/ou outros familiares), proporcionando conforto físico, apoio emocional e suporte cognitivo antes, durante e após o nascimento de seus filhos. Desta forma, os vereadores Gustavo Maciel (Podemos), Belmar Diniz (PT), Thiago Titó (PDT), Marquinho Dornelas (PDT), Doró da Saúde (PSD) e Fernando Linhares (União) parabenizaram o autor da matéria e ressaltaram a importância do trabalho das doulas, que agora será reconhecido. Além disso, os parlamentares cobraram para que o projeto seja cumprido. Gustavo Maciel e Thiago Titó ainda enfatizaram que a proposta será referência para outras cidades. Exemplo disso foi destacado por Prandini, que lembrou que uma vereadora da cidade de Itabira entrou em contato com ele solicitando cópia da matéria, e que a mesma está em tramitação no legislativo itabirano. "Com a aprovação do projeto em Itabira, as doulas poderão até formar uma Associação Regional das profissionais".

Matérias lidas na reunião

Ainda durante a reunião, foram lidas 47 indicações com solicitações de melhorias em diversos pontos da cidade.

Também foram lidos 3 projetos de Lei. O primeiro deles, de nº 1.288/2022 de iniciativa do vereador Bruno Cabeção (Avante), institui o Selo "Empresa Amiga do Jovem Aprendiz". Bruno enfatizou a importância do projeto, inclusive pelo caráter social, já que muitos jovens podem auxiliar na renda familiar. A outra matéria, de nº 1289/2022, é de iniciativa do vereador Pastor Lieberth (União), que reconhece a música gospel e os eventos a ela relacionados como manifestação cultural. Já o projeto de lei 1290/2022 é de iniciativa do vereador Fernando Linhares. A proposta proíbe a distribuição ou venda de sacolas plásticas e disciplina a distribuição e venda de sacolas biodegradáveis ou biocompostáveis a consumidores, em todos os estabelecimentos comerciais no município de João Monlevade. "A matéria é polêmica, mas a médio e longo prazo trará benefícios a todos", destacou ele. Por fim, foi lido o Projeto de Resolução 448/2022, de iniciativa do vereador Bruno Cabeção, que concede o Diploma de Mérito Desportivo ao senhor Hilário Quaresma Júnior.

As matérias seguem para as Comissões e posteriormente serão levadas a votação.

Comunicar erro
n1

Comentários

Defesa Civil