PMJM
CMJM topo

Confirmado o segundo turno para eleições presidenciais

Eleitores voltam às urnas no dia 30 de outubro para escolher entre Lula e Bolsonaro. Minas elegeu Zema governador e Cleitinho senador

Por Redação - Portal Notícia1 em 02/10/2022 às 21:28:01

Foto: Divulgação

A eleição presidencial será decidida em um segundo turno entre o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o presidente Jair Bolsonaro (PL), de acordo com dados do TSE. Eleitores voltam às urnas no dia 30 de outubro.

Lula

Nascido em Garanhuns (PE), Luiz Inácio Lula da Silva se mudou ainda criança para o estado de São Paulo. Durante a adolescência, completou um curso de torneiro mecânico em uma unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e, posteriormente, passou a trabalhar como metalúrgico na cidade de São Bernardo do Campo, quando também começou a se envolver com a atividade sindical.

No final dos anos 1970 e 1980, Lula liderou grandes greves de metalúrgicos da região do ABC paulista. Junto a outros sindicalistas, intelectuais e militantes de movimentos sociais, fundou o Partido dos Trabalhadores (PT).

Pela legenda, se tornou deputado da Assembleia Constituinte que aprovou a Constituição de 1988 e foi derrotado nas eleições presidenciais de 1989, de 1994 e de 1998. Foi eleito para o posto mais alto do país em 2002, tendo sido reeleito em 2006. Deixou a Presidência em 2010, sendo sucedido por sua então ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, que venceu as eleições com o seu apoio.

Em 2017, Lula foi condenado a nove anos e seis meses de prisão por corrupção e lavagem de dinheiro. Em 2018, teve a prisão decretada pelo então juiz Sergio Moro. As condenações foram anuladas em 2021 pelo Supremo Tribunal Federal (STF), que considerou que a 13ª Vara Federal em Curitiba não tinha competência legal para julgar as acusações. O STF também considerou posteriormente que Moro agiu sem a devida imparcialidade no processo.

Aos 76 anos, Luiz Inácio Lula da Silva busca seu terceiro mandato como presidente. O candidato a vice em sua chapa é Geraldo Alckmin (PSB) que foi seu adversário na disputa de 2006. Nascido em Pindamonhangaba (SP), ele tem 68 anos, é médico e professor. Alckmin foi um dos fundadores do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) e ocupou os quadros do partido entre 1988 e 2021. Ele também foi constituinte e governou São Paulo em duas ocasiões: de 2001 a 2006 e de 2011 a 2018.

Bolsonaro

Nascido em 1955 no município de Glicério (SP) e registrado na cidade paulista de Campinas, Jair Messias Bolsonaro formou-se em 1977 na Academia Militar das Agulhas Negras, em Resende (RJ). Posteriormente, serviu nos grupos de artilharia de campanha e paraquedismo do Exército. Militar reformado, tendo chegado a capitão do Exército, ele é atualmente o 38º presidente do Brasil, cargo que assumiu em 1º de janeiro de 2019.

Bolsonaro exerceu sete mandatos de deputado federal pelo Rio de Janeiro entre 1991 e 2018. Antes foi também vereador na capital carioca entre 1989 e 1991.

Três de seus cinco filhos também se embrenharam pela política. Carlos Bolsonaro é vereador na capital carioca, Eduardo Bolsonaro é deputado federal por São Paulo e Flávio Bolsonaro senador pelo Rio de Janeiro.

Ao longo de sua trajetória política, Bolsonaro integrou os quadros de nove partidos. Passou por PDC, PPR, PPB, PTB, PFL, PP e PSC. Em 2018, foi eleito presidente da República pelo Partido Social Liberal (PSL). Neste ano, candidatou-se à reeleição pelo PL.

O candidato a vice-presidente na chapa é Walter Braga Netto. Tendo alcançado o posto de general do Exército, ele atualmente é militar da reserva. Natural de Belo Horizonte em 1957, Braga Netto chefiou entre fevereiro de 2018 a janeiro de 2019, a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Na época, ele era comandante Militar do Leste, posto que ocupou até fevereiro de 2019, quando assumiu a chefia do Estado-Maior do Exército. Como integrante do governo comandado por Bolsonaro, ele foi ministro-chefe da Casa Civil e é atualmente ministro da Defesa.

Zema e Cleitinho eleitos

O candidato Romeu Zema (Novo), atual governador, venceu a disputa ao governo de Minas Gerais. Alexandre Kalil (PSD) ficou em segundo lugar.

Romeu Zema concorria à reeleição ao governo de Minas pela coligação PP/Podemos/Solidariedade/Patriota/ Avante/PMN/AGIR/DC/MDB/Novo. Formado em administração de empresas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), é empresário de 57 anos. Sua primeira disputa eleitoral foi ao governo do estado em 2018. O vice na chapa é o Professor Mateus, 41 anos.

O ex-prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, que deixou a prefeitura para concorrer ao governo do estado faz parte da coligação PSD, PSB e Federação Brasil Esperança composta por PT, PCdoB e PV. É empresário de 63 anos. Já concorreu a deputado federal. O vice na chapa é o deputado estadual André Quintão.

Já como senador por Minas Gerais foi eleito Cleiton Gontijo de Azevedo, o Cleitinho. Ele é natural de Divinópolis (MG) e tem 40 anos. Empresário e músico, foi eleito vereador em sua cidade natal em 2016. Em 2018, foi eleito deputado da Assembleia Legislativa de Minas Gerais.



Comunicar erro
Banner SGRA

Comentários

Defesa Civil